Data Science, Startups

Blockchain e a Ciência de Dados

A tecnologia Blockchain serve como uma plataforma que permite o trânsito de informações digitais sem o risco de serem copiadas. De certa forma, esta tecnologia estabeleceu um novo tipo de espaço na internet.

Blockchain, para definir em todos os aspectos, é um tipo de algoritmo e estrutura de distribuição de dados para o gerenciamento de caixa eletrônico sem a intervenção de qualquer administração centralizada, programada para registrar todas as transações financeiras, bem como tudo o que possui valor.

Projetado inicialmente para lidar com o Bitcoin, hoje o Blockchain ganha cada vez mais espaço e potencial para abrir novos caminha e inovar no processo de negociação online. Por exemplo, em Dubai espera-se que até 2020 todos os documentos governamentais e transações imobiliárias estejam sendo arquivadas e processadas por Blockchain.


Como a tecnologian Blockchain muda as Fintechs

Atualmente, as transações digitais ocorrem com a ajuda de tokens. Este é um código exclusivo gerado por um terceiro (como Visa ou Mastercard, por exemplo) e é compartilhado com o solicitante de token (o revendedor do qual você está comprando) e o emissor da conta (o banco do cliente).

Os tokens tornam as transações on-line mais seguras ao esconder os dados reais de identificação do cliente. Uma vez que o token é gerado por um terceiro que, por si só, não possui informações sobre a transação, não há espaço para qualquer tipo de dados que possam ser utilizados por um cientista de dados.

Mas isso muda com a tecnologia Blockchain. Aqui, é teoricamente possível conseguir uma posse de todas as transações que já aconteceram e isso fornece aos cientistas de dados tudo o que precisam para analisar tendências e padrões em transações on-line.

Os Blockchains fornecem aos bancos e instituições financeiras a tecnologia necessária para extrair dados mais úteis do histórico de transações do cliente. Além das instituições financeiras, os Blockchains como tecnologia também têm casos de uso em várias indústrias, onde é possível aos cientistas de dados “cavarem” através de grandes quantidades de dados que estavam até agora indisponíveis para mineração.

Na imagem a seguir, criada pela Venture Radar, estão alguns exemplos de Startups que utilizam a tecnologia Blockchain:


Oportunidades para análise de Big Data

Recentemente, um consórcio de 47 bancos japoneses se inscreveu com uma empresa chamada Ripple para permitir transferências de dinheiro entre contas bancárias usando blockchain. A principal razão por trás deste movimento era a de permitir transferências em tempo real a um custo significativamente baixo.

Uma das razões pelas quais as transferências tradicionais em tempo real eram dispendiosas se dava por fatores de risco potenciais, como por exemplo uma falha de transação onde o mesmo token de segurança é usado duas vezes. Com o Blockchain, esse risco é amplamente evitado.

A análise de dados oriundos de Blockchains permite identificar padrões como os gastos do consumidor e identificar transações de risco muito mais rápidas do que podem ser feitas com a tecnologia atual.

Isso reduz o custo com as transações em tempo real.

Através do setor de saúde, varejo e administração pública, os estabelecimentos começaram a usar o Blockchain para evitar invasões e vazamentos de dados. Nos sistemas de saúde, uma tecnologia como Blockchain pode garantir que múltiplas assinaturas sejam buscadas em todos os níveis de acesso a dados. Isso pode impedir uma repetição do ataque de 2015 que levou ao roubo de mais de 100 milhões de registros de pacientes.


Possibilidades de análise em tempo real

Até agora, a detecção de fraudes em tempo real era um sonho. Uma vez que o Blockchain tem um registro de banco de dados para cada transação, ele fornece uma maneira para que as instituições verifiquem padrões em tempo real, se necessário.

Empresas como Chainalysis e Bloq usam essa inteligência em tempo real para tomar decisões sobre dados pseudônimos.

Mas todas essas possibilidades também levantam questões sobre privacidade, e isso entra em contradição direta com a razão pela qual Blockchain e bitcoins tornaram-se populares em primeiro lugar. Entretanto, para analisar isso de outra perspectiva, os Blockchains melhoram a transparência na análise de dados.

Ao contrário dos algoritmos anteriores, a tecnologia Blockchain rejeita qualquer entrada que não possa  ser verificada e é considerada suspeita. Como resultado, os analistas das indústrias de varejo só lidam com dados completamente transparentes. Em outras palavras, os padrões de comportamento do cliente que identificados pelos sistemas de Blockchain provavelmente serão muito mais precisos do que é hoje.


O futuro do Blockchain e as oportunidades para Cientistas de Dados

Embora o Blockchain ofereça uma grande promessa para a Ciência de Dados, a verdade é que ainda não temos muitos sistemas de tecnologia baseados em Blockchain implantados em escala industrial (principalmente no Brasil). Como resultado, as oportunidades e ameaças podem não ser evidentes por pelo menos mais alguns anos até que o Blockchain se torne mais comum.

Entretanto, esta é uma tecnologia que promete ser revolucionária e que trará consigo um novo universo de dados transacionais online. Os estudantes e profissionais que trabalham com dados que almejam trabalhar com Blockchain, certamente possuem um futuro glorioso ainda por vir.