Data Science, R

Criando gráficos interativos e dinâmicos com o Plotly

Esboçar um gráfico é a principal forma para visualizar um conjunto de dados.

Um gráfico estático é muito útil quando estamos realizando uma apresentação através de um relatório impresso, por exemplo.

Mas se você estiver apresentando a sua análise por um meio digital, utilizar um gráfico dinâmico muitas vezes pode deixar a sua apresentação mais compreensível e atrativa.

Além disso, se o seu gráfico apresentar valores extremos ou qualquer curva fora do padrão, a possibilidade de passar o mouse para ver com mais detalhes sobre a determinada anomalia, pode ser muito útil.

Uma boa ferramenta para criar gráficos dinâmicos é o Plotly.

Você pode utilizar o Plotly através do website ou através dos pacotes disponíveis para R e Python.

Exemplos de gráficos dinâmicos feitos com o Plotly

 

  • Gráfico de dispersão

O gráfico a seguir é oriundo de um dataset sobre diamantes e exibe as informações sobre o preço (variável price) e peso (variável carat). Veja que ao passar o curso do mouse sobre um determinado ponto, é possível ver mais detalhes sobre o diamante, como por exemplo a sua claridade).

 

  • Box Plot

Com o Box Plot criado com o Plotly, é possível ver com mais detalhes informações sobre os quartis, limites inferior e superior, bem como sobre os outliers da variável.

  • Mapas

O gráfico a seguir mostra o valor do PIB para diferentes países. Para ver detalhes sobre um determinado país, basta passar o cursor do mouse sobre ele:

 

  • Gráficos 3D

O gráfico a seguir exibe as coordenadas de um vulcão:

 


Inserir caixa suspensa para alterar variáveis ou outras características

 

Uma grande utilidade do Plotly é a possibilidade de inserir caixas suspensas no gráfico. Assim, você não precisa criar um gráfico para expressar diferentes variáveis de um mesmo estudo, basta alterar a seleção da caixa.

Mostro a seguir um exemplo bem simples, onde é possível alterar o gráfico do seno e do cosseno, bem como a cor da linha:

 

Criando animações

 

Também é possível criar uma animação com o gráfico. Este recurso é muito interessante para ser utilizado em uma apresentação, onde o gráfico vai sendo exibido à medida em que você o explica para o seu público.

Para exibir a animação a seguir, basta clicar em Play.

 

Veja mais sobre criar animações com o R neste link.

 

Criando Dashboards – Paineis

 

Um outro recurso muito interessante do Plotly é a possibilidade de unir vários gráficos em um único painel e assim obter uma visão geral sobre um determinado assunto, como por exemplo as principais métricas da sua empresa. É possível compartilhar os gráficos e os paineis com outros usuários.

 

Utilizando o Plotly pelo website

 

Você pode criar os gráficos e o painel através do próprio website do Plotly, através deste link. Nesta página há um espaço para inserção dos dados e no canto esquerdo, todas as ferramentas necessárias para criação do gráfico.

Veja um exemplo:

 

Utilizando o Plotly com o R

 

Para linguagem R, você pode encontrar todas as informações e exemplos de códigos neste link.

O pacote é o próprio nome da ferramenta: plotly. Logo para instalação, basta rodar o código:

 install.packages("plotly") 

 

Se você utiliza o ggplot, é possível fazer a integração do ggplot com o plotly. Basta criar normalmente o gráfico com o ggplot e então executar a função ggplotly(), inserindo como argumento o nome do gráfico criado.

Veja um exemplo:

p <- ggplot(data = d, aes(x = carat, y = price)) +
  geom_point(aes(text = paste("Clarity:", clarity))) +
  geom_smooth(aes(colour = cut, fill = cut)) + facet_wrap(~ cut)

ggplotly(p) 

Eis o resultado:

 

Mais exemplos sobre criação de gráficos com o R neste link.

 


 

Espero que este artigo lhe tenha sido útil e que você possa criar ótimas apresentações com a ferramenta Plotly.

Obrigado pela leitura e até a próxima!

  • André Passarete

    Muito bom!